A Semana em que aprendi algumas coisas!

Sabe gente, essa semana algumas coisas me fizeram refletir sobre um determinado assunto: jeito correto de gastar dinheiro.

No ínicio da semana comprei a revista VOCÊ S/A pela primeira vez e foi baita investimento, já que a matéria que eu queria ler – 32 soluções para seus problemas com dinheiro – estava maravilhosa com dicas preciosas sobre consumo equilibrado, investimento e poupança.

Na quarta, eu me deparei com este post da Alê Garattoni do maravilhoso It Girls, que já me dava um acréscimo ao que eu tinha lido na matéria da revista, acrescentando ainda o fator Auto-Estima (que no final não custa nada, só um pouco de boa vontade).

Aí ontem eu revi o  folheando com as Oficinas sobre o livro da Michelle Obama, porque eu sempre gosto de lembrar da histórinha dela com a bolsa da Coach e o modo com as meninas perceberam que ela é uma pessoa que transmite para os outros uma imagem de quem sabe gastar dinheiro bem, estando sempre elegante e de acordo com seu estilo pessoal.

Para finalizar, hoje a tarde eu vi esse tweet das @oficinadeestilo que dizia assim: “quem sabe avaliar custo x beneficio (e pratica isso!) e’ mais feliz. especialmente com moda.”

Imediatamente eu pensei na Michelle Obama e em tudo o que ela usar e a forma como ela usa, sempre levando em conta esse mix que é bom existir entre: princípio do Custo X Benefício, auto-estima (olha os bracinhos de fora!), a adequação com seu estilo pessoal e posição que ocupa em determinado grupo ou mesmo na sociedade.

Porque ela mais do que ninguém, sabe que usar um lindo e maravilhoso broche (1 e 4) tira qualquer look, mesmo que antiguinho ou batidinho, da monotonia. Para ela não importa se a blusinha é de $60 (3), o importante é adequação ao seu estilo e a consciência de que não é a marca X, Y ou Z que vai ter deixar mais bonita.

Por outro lado, ela também entende que há certas peças que são únicas e transmitem uma identidade forte e pessoal (2), valendo cada centavinho.

E mais do que tudo, ela sabe que criatividade e feeling, sempre nos levam além. Ou vocês acham que ela não pensou que um look monocromático com colar de perólas soaria meio uniforme? A solução? Muito simples: A cor que realça seu tom de pele e o uso de tecidos com superfícies diferentes, sendo uma opaca e uma brilhosa (5). Pronto! Ela está dentro do protocolo, mas continua  tem o brilho próprio de Michelle Obama.

Resumo da ópera: Para mim, essa semana mostrou que nem sempre gastei meu dinheiro de forma certa. Que certos gastos miúdos fazem diferença no final do mês (bye bye, empada de pirarucu). Que certas peças de roupa, mesmo que pesando no orçamento, valem cada centavo porque não são gastos, mas investimentos em você mesmo. E que não se precisa de nada além de imaginação e sensibilidade para fazer o mesmo ser visto de forma diferente.

As fotos são desse Look Book só da Michelle Obama que tem no site da nymag.com/fashion! Ó só: http://bit.ly/bFjARi

09/04/2010. Post It - Fashion. 2 comentários.